REVELAÇÃO

Pois metade de mim é partida
a outra metade é saudade.


Oswaldo Montenegro

sexta-feira, março 16, 2012

Coração envenenado


Um coração que mendiga pela verdade
Uma alma que acabou de mentir
Misturando os sentimentos
Ventos que sopram ao contrário
Onde o perverso engole a pureza 
Portanto não se tem lugar para absolvição
O amor esta envolto num cortinado de mágoa
Sem benevolência... Sem piedade
É essência amarga e tóxica
 Que encobre a beleza
Coração envenenado
Não tem salvação...
É absinto.

Um comentário:

Matheus-Poeta disse...

credo , passou a véia aki eu axo justamente quando tava lendo esse seu poema kkk , ARREPIEI , uiiiiiii! bjs o.O


O que é bonito tem vínculos dentro do tempo e da distância. (May Lu)

flores