REVELAÇÃO

Pois metade de mim é partida
a outra metade é saudade.


Oswaldo Montenegro

terça-feira, junho 10, 2014


Adoro as levezas
Porém sou feita de intensidades
De dentro pra fora e de fora pra dentro
Sou espalhafatosa
Cheia de imensidões e profundidades
É no muito que me sei
Rio alto, com vontade
Gosto de sentir o riso subindo pela garganta
E transbordar pela boca numa gargalhada gostosa
Até a minha face toda se transformar num sorriso largo
Já o meu choro é silencioso
Doído e profundo
É um choro fetal
Onde sou o útero a mim mesma
A minha dor e as minhas lágrimas
É assim que me permito ser
Com tudo e todos que amo.


Nenhum comentário:


O que é bonito tem vínculos dentro do tempo e da distância. (May Lu)

flores