REVELAÇÃO

Pois metade de mim é partida
a outra metade é saudade.


Oswaldo Montenegro

quinta-feira, julho 25, 2013

Espírito árido


É na poesia que ouso rasgar as vozes das pedras mudas
Colhendo palavras doces
Em terreno desprovido de sensibilidade.
E de ilusão teço a minha teia
Que nenhum artesão seria capaz de tecer.

Nenhum comentário:


O que é bonito tem vínculos dentro do tempo e da distância. (May Lu)

flores