REVELAÇÃO

Pois metade de mim é partida
a outra metade é saudade.


Oswaldo Montenegro

terça-feira, março 05, 2013

Espantosa realidade.


A tranquilidade lhe era absoluta.
Foi então que conheceu desvairada solidão...
O silêncio gravitava em barulhos esganiçados.
Paridos dos recônditos, da estarrecida alma.
Traída pelo seu próprio vazio.

2 comentários:

edumanes disse...

Espanta realidade
Isso não venho fazer
Por causa da saudade
Estou aqui para te ver!

Com absoluta tranquilidade
Por que não sou espantalho
Em mim brota a sinceridade
Não ando por aí desvairado!

Te dou o meu carinho
O que me queres dar em troca
Antes de chegar ao teu cantinho
Fui comer uma massaroca!

Boa noite minha amiga
Você merece um beijinho
Em troca desta visita
Vou levar o teu carinho!

Eduardo.

poetaeusou . . . disse...

*
a realidade é totalitária,
no silêncio dos espantos !
,
desvairadas marés,
deixo,
*


O que é bonito tem vínculos dentro do tempo e da distância. (May Lu)

flores