REVELAÇÃO

Pois metade de mim é partida
a outra metade é saudade.


Oswaldo Montenegro

segunda-feira, outubro 01, 2012

Folha seca


Ainda que seja outubro
Eu já espero pelo outono
A bater-me nas janelas...
Espero pelos ventos
Despindo as copas das árvores
E nuvens de folhas claras e escuras
Cobrindo todo o chão
Espero pelo sorriso do sol
Em pequenos raios
Abraçar as montanhas
Sob um horizonte manchado de nuvens
Em vários tons de cinzas
Assim, encostada a janela
Fico a espera...
Fico ali até o cair da noite
Sozinha com uma folha seca
Agarrada às costas
Esperando pelo renovo.


Um comentário:

edumanes disse...

Folha seca sem perfume
Jardim sem flores
Amores sem queixume
Já se ouvem os tambores?

Nas janelas bate o vento
As folhas nas árvores abanam
Nas montanhas ao relento
De noite e de dia se renovam!

Boa noite de segunda-feira para você, may lu, durma bem e bons sonhos,
beijinho
Eduardo.



O que é bonito tem vínculos dentro do tempo e da distância. (May Lu)

flores