REVELAÇÃO

Pois metade de mim é partida
a outra metade é saudade.


Oswaldo Montenegro

segunda-feira, março 12, 2012

Presa pelo anzol


Ainda sou um corpo
Uma isca
  Dentro de um oceano 
Que me arrasta
E me afoga
Presa pelo anzol
Em suspenso
Sangro um pouco mais
À espera da alforria
Quando o ventre da terra
Irá me transmutar em pólen
Germinar alma livre
Em emanação...

Um comentário:

Matheus-Poeta disse...

Muito linda mesmo , parabéns , tá a cada dia melhor mãe , bjs *-*


O que é bonito tem vínculos dentro do tempo e da distância. (May Lu)

flores