REVELAÇÃO

Pois metade de mim é partida
a outra metade é saudade.


Oswaldo Montenegro

segunda-feira, março 19, 2012

Eu trago-te comigo


Lá fora
As pessoas fingem
Fogem a verdade
Tentam preencherem o vazio
Escondem-se atrás dos sorrisos
Enquanto brindam
dançam
 Divertem-se
Fingindo uma liberdade
Que na realidade não existe
Estão presos à inquietação
Ao medo
De se olharem no espelho 
E admitirem que a vida seja mais 
Que encontros vazios
entretanto 
Fui lhe descobrindo 
Entre os sonhos meus
E pouco a pouco
Eu lhe abri a porta 
agora
Eu trago-te comigo
Cada sorriso teu
Cada momento
Passados juntos
E lhe conservo junto a mim
Um amor
Que a vida toda procurei
Guardado só para ti
Eu sinto muito 
 Muito sua falta...
Porém
Trago-te comigo
Sei que o caminho só é feito
Para quem quer amar
Não importa o quanto
Celebram-se vitórias
Ou derrotas
O importante é 
Que não sejamos sombras
Com medo de acreditar
 Nos sentimentos
De viver...
Dando vazão as emoções
Não se deve temer a direção 
Dos ventos
O tempo...

Nenhum comentário:


O que é bonito tem vínculos dentro do tempo e da distância. (May Lu)

flores