REVELAÇÃO

Pois metade de mim é partida
a outra metade é saudade.


Oswaldo Montenegro

segunda-feira, março 05, 2012

A alma do mundo grita


O tempo se fundia de esperança
Na promessa de bons tempos
De reencontros... Sem despedidas
Depois de tantas partidas
O sol invadiu a manhã
O vento se espalhou
Em brisas perfumadas
De gozos... aromas
Poentes...
Do barulho das tempestades
Das guerras
A alma do mundo grita
Por paz... calor
 Tem desejo de vida
Finalmente Flutua
Ávida de beleza... De pureza
Sem saudosismo
Sem o soluço dos ossos
É tempo de poema... De fé
O máximo que a terra permite
É um até breve...


Um comentário:

Matheus-Poeta disse...

minha escritora preferida , maylu (minha mãe) , irmã gêmea de clarice lispector s2 =)


O que é bonito tem vínculos dentro do tempo e da distância. (May Lu)

flores