REVELAÇÃO

Pois metade de mim é partida
a outra metade é saudade.


Oswaldo Montenegro

domingo, agosto 14, 2011

Obrigado!


Obrigado por ser quem você é
Por me dar esperança
E aumentar a minha fé
 De que em tudo há mudança
Que existe cura para os medos
Basta somente ter confiança
Para escrever novos enredos.
Obrigado por me ajudar na caminhada
 Mostrar-me o dia, a alvorada.
E ver comigo o brilho da lua
No silêncio da madrugada.
Obrigado por me ensinar a dançar
E foi dançando comigo na rua
Que me mostrou que o amor continua
Basta somente amar.
Obrigado por segurar minha mão
Por estar ao meu lado
Mesmo quando eu estive afastada
Tentando esconder-me na escuridão.
Obrigado por me mostrar as cores do arco-íris
E fazer-me saber que ainda posso ser feliz.
Obrigado por ajudar-me a enxergar
As estrelas na escuridão da noite.
Por mostrar-me que as águas da vida
Têm correnteza
Para limpar as impurezas.
Obrigado por fazer-me acreditar
Que é possível restaurar
Pedaços de uma alma.
Obrigado pela paciência que tem tido
Nas horas que perco as forças
Pois sei que se sente meio perdido.
E que muitas vezes tem ficado até sentido.
Porém tens ficado ao meu lado
Acolhendo-me com um abraço apertado.
Obrigado é pouco para expressar
Tudo que quero lhe falar...
Das suas mil e uma maneiras 
De me amar.
Sei que por vezes lhe sou penosa
Com esse meu jeito em ser teimosa.
Tantas vezes fico adiando
 Para o amanhã fico deixando
O que já era para ter feito.
Mas você chega com jeito
E de uma forma carinhosa
Me mostra que é preciso
Ser mais atenciosa
Em meu modo de decidir...
Só assim eu vou sentir
Que para tudo existe um fim.

Um comentário:

Graça Pereira disse...

Minha Querida
A felicidade...não se adia!
Beijocas
Graça


O que é bonito tem vínculos dentro do tempo e da distância. (May Lu)

flores