REVELAÇÃO

Pois metade de mim é partida
a outra metade é saudade.


Oswaldo Montenegro

terça-feira, junho 09, 2015

Acorrentada a mim...


Que essa carne que em mim arde
Deixe de ser-me punitiva
Ante as minhas fragilidades...
Pois o espírito por mais que o queira livre
Está ligado aos grilhões da mesma.



5 comentários:

Paulo Francisco disse...

O espirito sempre estará livre.
beijogrande

Samuel Balbinot disse...

Boa noite querida May..
a carne arde de amores,
o espírito é uma lareira alimentado pela alma.. que nunca falte alimento em nós para que ambos se completem.. bjs e feliz sempre

Maria Rodrigues disse...

A alma é sempre livre.
Lindo!
Beijinhos
Maria

Crista disse...

Ahhhhhhhhhh...a carne...se ela arde,com certeza se tornará suave com a liberdade do espírito!
Beijos,minha linda.
Notou que voltei????...heheheeeeeeeeeeeee...

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Estas correntes existem.
Nossa alma é amante do corpo...
Nosso corpo é a vida da alma...
Estejamos tristes ou felizes
alma e corpo estarão juntos,
até o ponto final da vida,
vivendo intensamente
as alegrias e tristezas,
como se fossem um só,
fiéis e inseparáveis...

Sua vida é preciosa para mim...


O que é bonito tem vínculos dentro do tempo e da distância. (May Lu)

flores