REVELAÇÃO

Pois metade de mim é partida
a outra metade é saudade.


Oswaldo Montenegro

sexta-feira, maio 15, 2015

A solidão que em mim arde...


Ama-me loucamente
Ou mansamente
Viceje em mim
                                                                        as minhas mais loucas fantasias
E me arranque a mesmice
Dessa estática solidão...
  
Ama-me mansamente
Ou loucamente
Revolvendo-me o vazio
                                                                            E a beatitude das esperas
Em fogo que se alastre...
                                                                               ___Em um rastro de paixão
E que me sejam insanas
                                                                              As já vividas lembranças...
Onde agora repousa...
                                                     ____a agonia
Dos meus desejos tardios

Ama-me loucamente
E mansamente
Até o ardor da última chama
Posto que me seja cinzas
                                                                                 Esse marasmo que me arde.





Um comentário:

Samuel Balbinot disse...

Bom dia May...
a solidão que sentimos que nos remete a falta do outro nos faz realmente arder.. amor e solidão são dois opostos.. um em cada lado precisando de nós.. bjs e feliz sempre


O que é bonito tem vínculos dentro do tempo e da distância. (May Lu)

flores