REVELAÇÃO

Pois metade de mim é partida
a outra metade é saudade.


Oswaldo Montenegro

quarta-feira, março 13, 2013

Lado delicadezas


Tão recompensador
Esse lado delicadeza que tenho.
É ele que me enaltece os dias.
Através da doçura 
De um olhar carinhoso...
Sobre tudo que acarinha
E me permanece na alma.
É esse lado delicadeza
Que me aconchega às belezas-de-cada-dia.
Permitindo-me as ternuras, 
Ao alcance das mãos.
Quando sou delicadezas
É quando me pertenço.
Sou a emoção, o coração, a imaginação.

4 comentários:

edumanes disse...

Lado Delicadeza
Fazes tu uso dela
Juntas a tua beleza
Vês a lua de tua janela!

Teu poema delicado
O li com muita atenção
Dentro do teu peito sossegado
Está, feliz, o teu coração!

Desculpa tratar-te assim
Por tu,gosta mais desta maneira
Como podar as flores do jardim
E contigo, ficar, na brincadeira!

Boa noite e bons sonhos,
e um beijo para ti, amiga may lu.
Eduardo.

ᄊム尺goん disse...

,,,que nunca perca
tua ternura.

lindo poema.
abç

Eu...Suzana disse...

O mundo precisa de mais pessoas que sejam delicadas, que mostrem sensibilidade e de coração cheio de ternuras. Já seria um bom começo. Linda poesia amiga, boa quinta. Beijinhos prá você.

Malu Silva disse...

E quando se sente assim, cheia de ternura, tudo se torna mais amplo, mais pleno, mais belo...
Lindo poema, menina!!
Abraços


O que é bonito tem vínculos dentro do tempo e da distância. (May Lu)

flores