REVELAÇÃO

Pois metade de mim é partida
a outra metade é saudade.


Oswaldo Montenegro

sábado, janeiro 05, 2013

Ela é o poema


Ela retém as palavras entre os lábios
Atando cada letra consigo.
 Pois que lhe são bem mais que palavras
Bem mais que pensamentos...
Em cada letra aflora um sentimento
Sempre em brotamento.
Vindo à tona camada por camada de toda uma vida.
Há-lhe um poema desabrochado dentro do peito.
Ela o declamaria ao mundo...
Se assim o fosse possível.
Porém é sua alma, seu abrigo.
É o coração cinzelado... O umbigo.
É-lhe a essência.

Nenhum comentário:


O que é bonito tem vínculos dentro do tempo e da distância. (May Lu)

flores