REVELAÇÃO

Pois metade de mim é partida
a outra metade é saudade.


Oswaldo Montenegro

sexta-feira, novembro 23, 2012

Saudade é uma residente teimosa


Saudade é um sentimento que nos toca.
Mas que tão somente nos diz de outras pessoas
Outros lugares...
Saudade é uma residente teimosa.
Ela chega sem pedir licença
E invade o quintal de nossa alma.
E quando à gente percebe
Ela já assentou acampamento em nosso coração.
Aos poucos preencheu todas as lacunas.
 E acumulou-se nos cantos.
E o pior de tudo...
Saudade é um inquilino melindroso.
Com seu jeito afetado e acabrunhado
Ela fecha todas as janelas e portas.
E entre suspiros e lamentos
Censura-nos pelo presente.
Numa comoção profunda pelo passado.
Respira forte e pausadamente
Por entre ais que nos sufocam.
Nostálgica ela arrasta os chinelos pelo chão.
Numa melancolia entardecida...
Esmorecida chora por alguém
Por alguma coisa.
Ou mesmo, lamenta sem causa.
Por algo que nunca teve.
E insiste em permanecer...
Ora doce e suave.
Outras vezes amuada, amorroada.
Tendo o firme propósito de nos acabrunhar.
Às vezes cede-nos um intervalo...
Uma oportunidade para quebrar o cinza inoportuno.
E descobrir que o mundo é maravilhoso.

2 comentários:

edumanes disse...

Teimosa a saudade
Residente recordação
Do passado intimidade
Guardada no coração!

Chega sem licença pedir
Evade o coração
Nos ajuda a reflectir
A amar sem confusão!

Ora doce e suave
Trás do passado a lembrança
Nas asas de uma ave
Linda como sorriso de criança!

Bom fim de semana para você, e fique com a sua saudade meiga e não teimosa!
Um beijinho
Eduardo.

suzana ferrao disse...

A saudade só é um sentimento bom de se sentir quando lembramos da pessoa amada que está distante mas que logo chega para nos abraçar. De resto são tristezas, e as vêzes muito profundas dentro da alma. Querida May Lu, um ótimo final de semana para você cheio de alegrias e sem saudades. Beijos!!


O que é bonito tem vínculos dentro do tempo e da distância. (May Lu)

flores