REVELAÇÃO

Pois metade de mim é partida
a outra metade é saudade.


Oswaldo Montenegro

sexta-feira, novembro 16, 2012

Olhos da alma


Por entre a minha capacidade de ver
Para mim grande distância ainda é dentro.
Com os olhos alargados em delicadezas
E seguindo o coração vejo a alma do mundo.
Contemplpor cima de uma montanha
A outra montanha dentro de mim.
É daqui que vejo o horizonte
Sem linhas e infinito
Dando-me delicadezas aos olhos.
E não existe direção desejada
Para meu olhar...
Pois nada sei de nada
Aprendo com o vento
Que levanta a vida dos cantos
E convida-me ao enlevo
Num redemoinho de detalhes.
Encantando-me com suas cores e formas
Minha visão ascende-se e penso...
Nossa que mundo maravilhoso!
Tudo é questão de acreditar...
Minhas noites sempre têm estrelas
Meu céu é sempre azul
Em meu jardim sempre há flores
E em minhas flores sempre há mel.
Porque a vida cá dentro é muito mais...
Descobri-me um paraíso.

Nenhum comentário:


O que é bonito tem vínculos dentro do tempo e da distância. (May Lu)

flores