REVELAÇÃO

Pois metade de mim é partida
a outra metade é saudade.


Oswaldo Montenegro

quinta-feira, setembro 20, 2012

Dualidade



Dentro de mim prefiro as tulipas.
Das pétalas cai ternura
Só para me ensinar delicadeza.
Entretanto,
Quando deixo o casulo...
A borboleta em mim prefere os cactos.
A perplexidade do ardor das flores
Que florescem ousadas
Por entre as folhas reduzidas a espinhos.
Essa dualidade é meu capricho primaveril
Vestindo-se de poesia.


2 comentários:

edumanes disse...

As tulipas você prefere
Muito lindas elas são
Quando alguém interfere
Com amor no coração!

Não deixa tuas pétalas cair
Se podem magoar no chão
Por entre as folhas começa a reluzir
A flor ainda em botão!

Boa noite para você
amiga may lu,
beijinho
Eduardo.

Eu...Suzana disse...

Lindinho minha amiga, cheio de carinhos florestais. Um grande beijo para você May Lu.


O que é bonito tem vínculos dentro do tempo e da distância. (May Lu)

flores