REVELAÇÃO

Pois metade de mim é partida
a outra metade é saudade.


Oswaldo Montenegro

quinta-feira, junho 28, 2012

A menina que há em mim


A menina que há em mim
Tem um sorriso distante
Que já sorriu pra mim
A menina que há em mim
Um dia bordou asas nas nuvens
E pela imensidão voou
A menina que há em mim
Tinha quase nada... 
...tinha quase tudo.
A menina que há em mim
Esta por ai...
Na lembrança de um poema.

Um comentário:

ivani ramos disse...

A sua delicadeza, a sua poesia me encantaram. Amei seu blog e por isto virei sempre fazer-lhe uma visita. Obrigada, por este lindo presente.


O que é bonito tem vínculos dentro do tempo e da distância. (May Lu)

flores