REVELAÇÃO

Pois metade de mim é partida
a outra metade é saudade.


Oswaldo Montenegro

segunda-feira, maio 21, 2012

Teia letárgica


O diário continuava em branco
Linhas brancas do seu presente
As páginas negras do passado
Numa teia letárgica
Ocupavam todo o espaço
De sua mente
Intempérie escondida no silêncio
Que lhe abrigava a solidão
Angústia ressequida
Entre as cinzas do coração
Alcova dos seus segredos
Aprisionada no passado sugador
Não via as cores que lhe acenavam
Abrigando a esperança.


2 comentários:

Simone MartinS2 disse...

"...e se pudesse ver
o quão lindo és o seu
presente, planejaria
seu futuro urgente!!
Pois a vida é bela,
porém curta demais!"

Abraços carinhosos!

Tatiane Salles. disse...

E é no diário do coração que estão todos os amores e desamores, lembranças boas e ruins, inevitavelmente. Bela poesia! ;*

Te desejo uma ótima segunda-feira, uma excelente e abençoada semana.
Um grande abraço.
Tati.

http://tatian-esalles.blogspot.com.br/

Att.


O que é bonito tem vínculos dentro do tempo e da distância. (May Lu)

flores