REVELAÇÃO

Pois metade de mim é partida
a outra metade é saudade.


Oswaldo Montenegro

sábado, março 03, 2012

Pétalas que se juntaram


Não sei te ceder tudo que tenho
Preciso deixar o silêncio
Cair sobre mim como um manto
Para doar-te de alma livre
Em côncavo
No berço da criação
De olhos que ficam dentro da órbita
No mais recôndito de mim
Que somente a ti permito descobrir
Harmonia exata
Refletida à mim
Do meu (eu) em ti
Retorno ao ninho
Completando a imagem
De onde não posso sair
Sem que de ti me separe 
Fazendo-me assim em pedaços
Se tudo sou eu
Pétalas que se juntaram
No fruto colhido.



Nenhum comentário:


O que é bonito tem vínculos dentro do tempo e da distância. (May Lu)

flores