REVELAÇÃO

Pois metade de mim é partida
a outra metade é saudade.


Oswaldo Montenegro

sábado, fevereiro 11, 2012

Vermelho sangue


Sinto um frio
Um frio na alma
Que rasga num talho
Difuso e profundo
Penso em você
E sua imagem me escapa
Como o negativo 
De uma fotografia
Sombras... fantasmas
Do que vivemos
E não somos mais
São ventos frios
Que deixam
Um rastro de solidão
Dentro de mim
A marca em um recorte
Desbotado pelo tempo
É inverno
Tomando conta
E no frio
 contemplo
A lua vermelho sangue
Em silêncio
Sinto a verdade nos ossos
Você é a miragem
Que evapora...


Nenhum comentário:


O que é bonito tem vínculos dentro do tempo e da distância. (May Lu)

flores