REVELAÇÃO

Pois metade de mim é partida
a outra metade é saudade.


Oswaldo Montenegro

quarta-feira, fevereiro 01, 2012

Vago no profundo


Eternas saudades do futuro
Que me perdi de mim mesma
Pergunto-me tantas coisas
Questões... confusões 
Pois não há realidade
Pior, não sei aonde ir.
Não sei o que sinto
Porque incomodar?
Estou a aprender
Procuro resistir
Aos equívocos... Aos impactos
Vago no profundo
Sem cair no abismo
Sinal de maturidade?
identidade____
Não sou eu?
Um amanhã inovador
alternativo
Talvez venha a mudar de opinião
Não há teoria
O sentimento é estranho...
Mas não o ultimo.


Nenhum comentário:


O que é bonito tem vínculos dentro do tempo e da distância. (May Lu)

flores