REVELAÇÃO

Pois metade de mim é partida
a outra metade é saudade.


Oswaldo Montenegro

terça-feira, janeiro 31, 2012

Sou eu


Guardo entre o ontem e o hoje
Lembranças
Sentimentos
Sonhos
Encontros e desencontros
Vivo
Sinto
Na pele
Na alma
Fragmentos
 Do passado no presente
Tantas em uma
Separadas
E tão juntas
Única...
Por vezes adormeço uma
E acordo outra
Sempre em busca de mim mesma
Do meu eu
Aquele que conheço 
E desconheço...
Profundidades
Às vezes desvendáveis
Outras tantas insondáveis
A mulher
O enigma
Com tempos de risos
Por tudo, por nada.
Tempos de choro
No verso
E no avesso
Tempos de silêncios
Mergulho
Solidão
Ora crédula em tudo
Ora desconfiada
São tantas
Aqui... ali
Sou eu
Inteira.

Nenhum comentário:


O que é bonito tem vínculos dentro do tempo e da distância. (May Lu)

flores