REVELAÇÃO

Pois metade de mim é partida
a outra metade é saudade.


Oswaldo Montenegro

quinta-feira, dezembro 01, 2011

Póstumo


Quando eu morrer
Quero que minha alma
Voe livre, voe alto.
Quero tocar os céus.
Quando eu morrer
Quero ser a brisa 
Levada pelo vento
Tocar de leve sua face.
Que eu possa ter asas
E estar por onde 
Nunca estive
E sempre quis.
Sim quando eu morrer
Quero ser pó
Ser onda
Ser estrela
Ser a lembrança
A saudade...

 

Nenhum comentário:


O que é bonito tem vínculos dentro do tempo e da distância. (May Lu)

flores