REVELAÇÃO

Pois metade de mim é partida
a outra metade é saudade.


Oswaldo Montenegro

terça-feira, outubro 21, 2014


Às vezes olhar em frente, também dói.
Quando a vontade do voo é maior
Que o desejo de manter os pés firmes no chão.
De repente,
O nosso corpo
É um fardo pesado demais,
Para os anseios da nossa alma.
E sem conseguir externar, da retina,
As paisagens nunca vistas...
O coração da gente aperta, numa saudade doída e sentida.
Pelo detalhes não tocados, não vividos.


sábado, outubro 18, 2014


Toda a poesia do mundo cabe dentro de um abraço.
Abraço é restauração, segurança, conforto, solidariedade...
É o caminho onde se cultiva e prospera
os melhores sentimentos de um coração.


quarta-feira, outubro 08, 2014


Sim, eu sinto, e muito...
Pois a minha essência é sentir.
Sinto desde a tempestade dentre o silêncio
Até o silêncio dentro a tempestade.
Porquanto muitas vezes,
O meu silêncio é a própria tempestade.
Mas dentre os sentires que me envolve...
O mais gratificante me é a doçura de viver.
Porque o bonito que me fica é esse aprendizado
Que a própria vida me ensina...
Que é o de me amar, entre o meu caos e as minhas dores.
Pois só quando aprendi a fazer as pazes comigo mesma
Foi que compreendi que é preciso perde-me
Para me encontrar.

domingo, outubro 05, 2014


Amo gente que carrega levezas na alma...
Que tem a arte de encantar e semear ternuras por onde passa.
Gente que é capaz de mesmo distante
Deixar aquele toquinho de permanência na vida de outros.
Amo essas pessoinhas maravilhosas...
Que faz abrigo no peito da gente
E compartilha das ternuras.


O que é bonito tem vínculos dentro do tempo e da distância. (May Lu)

flores