REVELAÇÃO

Pois metade de mim é partida
a outra metade é saudade.


Oswaldo Montenegro

domingo, fevereiro 05, 2012

O guri ( Dedicado à Gabriel )



Tinha 3 anos,
Quando primeiro conheci,
O molequezinho.

Danadinho que só,
Más amavél tambem,
Criança inocente.

Olhos brilhantes,
Transbordando de inteligência,
Com carinho infinito.

Corpo movimentado,
Cheio de energia,
Nunca parava.

Às vezes dormia,
Agarrando mamadeira,
Más não por longo.

Cresceu em dias,
O que era p’ra ser,
Semanas e meses.

Relógio de pulso,
Com luzinha acesa,
Ficava intrigado.

Chegava cedinho,
Gritando para o mundo,
“Tia Mariaaaaaaaaa.”

Más o dia chegou,
Que a Tia viajou,
O guri ficou atrás.

Mas nunca esqueceu,
Tanto mais desapareceu,
Das vidas que enchia.

O dia chegará,
Que o guri crescerá,
Mas sempre vai ser,
O guri da Tia!

( Tim Jertberg )

Nenhum comentário:


O que é bonito tem vínculos dentro do tempo e da distância. (May Lu)

flores