REVELAÇÃO

"Hoje,

Caminho de mãos dadas

Com a felicidade.

E uma enorme vontade de viver...

Sem partida, nem chegada.

Somente uma viagem..."

May Lu

"Todas as manhãs ela deixa os sonhos na cama,

Acorda e põe sua roupa de viver."

Clarice Lispector

"Porque metade de mim é partida

Mas a outra metade é saudade"

Oswaldo Montenegro

cultivando flores

"Alguns procuram a felicidade, outros a criam."

"Alguns procuram a felicidade, outros a criam."
O que é bonito tem vínculos dentro do tempo e da distancia. (May Lu)

quarta-feira, 2 de abril de 2014



Encontrei-a por acaso...
Quando a percebi, a fitar-me, do reflexo do espelho
Vinda das brumas das minhas memórias.
E impunha-me, sem a necessidade de proteger-se
Revelando-me toda a beleza e sinceridade de uma alma...
Os seus medos, os seus segredos e os seus anseios
As suas dores, os seus desejos e devaneios.
Foi então que me reconheci sem disfarces
Sem o vicio das máscaras usadas como escudos
E foi quando também que descobri
Que disfarces deixam escoriações...
Perdem-se os traços e a identidade
Que embeleza a personalidade de cada um.
E foi a partir daquele momento
Que me encantei...
Por aquela que me fitava.
E sem receios, amei-me de verdade
Fazendo desse amor a mim
O meu maior e verdadeiro escudo. 

3 comentários:

eduardo maria nunes disse...

Ficou escrito na história!
Linda moça de pele morena
Vinda das brumas da memória
Escreveu esse belo poema!

Desejo um bom dia para você,
amiga May Lu, um beijo.
Eduardo.

Samuel Balbinot disse...

Bom dia querida May.. quanto mais insistirmos em manter as mascaras que afinal todos temos.. mais o tempo passa e sofremos com elas.. melhor encarar tudo de frente se fortalecendo no amor do qual nascemos.. beijos de bom dia até sempre

Roselia Bezerra disse...

Olá, querida
O autoconhecimento nos permite amarmo-nos em primeiro lugar sem detrimento do amor ao próximo... e sim com maior possibilidade de acerto...
Bjm fraterno e quaresmal