REVELAÇÃO

"Hoje,

Caminho de mãos dadas

Com a felicidade.

E uma enorme vontade de viver...

Sem partida, nem chegada.

Somente uma viagem..."

May Lu

"Todas as manhãs ela deixa os sonhos na cama,

Acorda e põe sua roupa de viver."

Clarice Lispector

"Porque metade de mim é partida

Mas a outra metade é saudade"

Oswaldo Montenegro

cultivando flores

"Alguns procuram a felicidade, outros a criam."

"Alguns procuram a felicidade, outros a criam."
O que é bonito tem vínculos dentro do tempo e da distancia. (May Lu)

quinta-feira, 7 de março de 2013

Presença definida


Ainda que as noites continuem
Elas me são memórias sem abrigo.
Pois que,
 Guardo manso olhar
Às delicadezas que trago comigo.
Elas sim, são presença definidas
A fixarem-me as cores da vida.

3 comentários:

edumanes disse...

São memórias sem abrigo
Guardadas no coração
Que nunca seja ferido
Guarda a chave em sua mão!

Para a tristeza, não entrar
Dentro desse compartimento
Na delicadeza do teu olhar
Se cruza com meu pensamento!

Obrigado pela sua visita
Pelo comentário em verso
Pela tua presença bonita
Que eu a ver sempre quero!

Um beijinho
Eduardo.

ॐ Shirley ॐ disse...

Que bom, May Lu, ter a certeza de alguém em nossa vida. Muito terno o seu poema. Um beijo e muita paz!

Maria Luisa Adães disse...

Vou ficar um tempo ausente!

"As noites são memórias boas ou más"...por vezes desesperadas...Delicado poema!

E eu vou ficar ausente,
Mas continuo Presente!

Beijos,

Maria luísa