REVELAÇÃO

"Hoje,

Caminho de mãos dadas

Com a felicidade.

E uma enorme vontade de viver...

Sem partida, nem chegada.

Somente uma viagem..."

May Lu

"Todas as manhãs ela deixa os sonhos na cama,

Acorda e põe sua roupa de viver."

Clarice Lispector

"Porque metade de mim é partida

Mas a outra metade é saudade"

Oswaldo Montenegro

cultivando flores

"Alguns procuram a felicidade, outros a criam."

"Alguns procuram a felicidade, outros a criam."
O que é bonito tem vínculos dentro do tempo e da distancia. (May Lu)

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

O eco do meu silêncio


Há dias em que o meu silêncio é eco mais alto
 Do grito que a minha alma pode dar.
A felicidade? 
Está em algum lugar onde haja sol.
Com um certo amargor na boca
Vejo que o tempo passou rápido demais.
Restando-me somente as lembranças
Um instantâneo para meus dias nublados.
As imagens vão chegando...
Fotografias tão presentes na minha memória.
De algo ou de alguém que ascendeu as minhas cores.
E uma espécie de centelha
Rasga-me o cinza melancólico.
Numa paisagem simples...
Que me ultrapassa a alma 
Em cores bucólicas.
Então ouço a voz do meu silêncio:
Ainda há tempo...
O céu nunca tem as mesmas cores.
E as nuvens jamais permanecem num mesmo lugar.


4 comentários:

Ana Mestre disse...

A felicidade é construída de pequenos momentos...de coisas simples.

Beijo

António Jesus Batalha disse...

Meu nome é António Batalha, estive a ver e ler algumas coisas de seu blog, achei-o muito bom, e espero vir aqui mais vezes. Meu desejo é que continue a fazer o seu melhor, dando-nos boas mensagens.
Tenho um blog Peregrino e servo, se desejar visitar ia deixar-me muito honrado.
Ps. Se desejar seguir meu blog será uma honra ter voce entre meus amigos virtuais, decerto irei retribuir com muito prazer. Siga de forma que possa encontrar o seu blog.
Deixo a minha benção e a paz de Jesus.

O Profeta disse...

São mudas as neblinas nesta ilha
É de pobreza o pão que alimenta o meu sentir
Oiço o mar com os meus próprios dedos
Parti do desencontro dos meus derradeiros medos

Parti e deixei no cais mil dúvidas
Lembrei tempos que corri feliz pelas amoras
Nesses dias bebi sofregamente a vida
Nesses dias a minha alegria era incontida

Um radioso fim de semana


Doce beijo

Eu...Suzana disse...

Olá May Lu, estou passando para avisar que o meu blog VIVENCIAS está sendo desativado mas já fiz um outro com o nome VIVENDO A VIDA nos mesmos moldes do antigo. Conto contigo amiga. Acesse: www.sfersete.blogspot.com Beijos!!