REVELAÇÃO

"Hoje,

Caminho de mãos dadas

Com a felicidade.

E uma enorme vontade de viver...

Sem partida, nem chegada.

Somente uma viagem..."

May Lu

"Todas as manhãs ela deixa os sonhos na cama,

Acorda e põe sua roupa de viver."

Clarice Lispector

"Porque metade de mim é partida

Mas a outra metade é saudade"

Oswaldo Montenegro

cultivando flores

"Alguns procuram a felicidade, outros a criam."

"Alguns procuram a felicidade, outros a criam."
O que é bonito tem vínculos dentro do tempo e da distancia. (May Lu)

quarta-feira, 4 de abril de 2012

Oi solidão


Oi solidão
Podia estar contigo a vida toda
Mas você já ficou demais
Seu tempo expirou 
Estou recomeçando 
A mim mesma
Você sempre teve a capacidade
De carregar mil coisas
Em tuas andanças pelo mundo
De deixar peças espalhadas
Jogadas por toda a casa
 Ou mesmo escondidas
Embaixo da cama
Do tapete
Qualquer canto que eu ia
Esbarrava com uma lembrança sua
Que me sugava a alegria
Drenava minha alma
Deixando-me vazia
Sim solidão
Você é uma parasita
Andava em volta de mim
Em círculos o tempo todo
Mesmo dormindo
Eu sentia a sua presença
sufocando-me
envenenando-me
silenciosa
ardilosa
Como a me dizer
Eu vou te matar
Ledo engano o seu
Hoje estou voltando ao começo
 Como uma página em branco
Não vejo mais a escuridão
Como companheira
Estou me libertando
Sem fuga
Sem medo 
 Eu e meu silêncio
Agora compreendo o silêncio
Sua voz 
Não estarei mais sozinha
Dentro da solidão.

Nenhum comentário: