REVELAÇÃO

"Hoje,

Caminho de mãos dadas

Com a felicidade.

E uma enorme vontade de viver...

Sem partida, nem chegada.

Somente uma viagem..."

May Lu

"Todas as manhãs ela deixa os sonhos na cama,

Acorda e põe sua roupa de viver."

Clarice Lispector

"Porque metade de mim é partida

Mas a outra metade é saudade"

Oswaldo Montenegro

cultivando flores

"Alguns procuram a felicidade, outros a criam."

"Alguns procuram a felicidade, outros a criam."
O que é bonito tem vínculos dentro do tempo e da distancia. (May Lu)

domingo, 29 de abril de 2012

As chamas do amor


Quais as cores desse fogo que me acende
Espreita-me
 E revela meus desejos
Fogo paixão
Chama vermelha carmesim
Abrasado, encarnado
Entalhado na pele
No coração
Labareda inflamada
Que me deixa em vulcão
 Feito de sangue vermelho vivo
Que me escorre incandescente
Pelas veias, 
Em combustão
Salamandras mágicas.
Serão chamas eternas? 
Ou
Poderão um dia virar fogo de palha?
Fogo lento
Sem vida
Luz consumida
Lume sem cor
Que perde o calor
Feito fogo de vela
 Que pouco a pouco se acaba
Até restarem somente as cinzas
Parafina derretida no fundo
A escuridão.
Estarei brincando com fogo?
Que importa?
Prefiro o fulgor
O incêndio que se alastra
Indomável, intransigente
Em veemência
O ardor da madeira
Na fogueira
Que desaba e acaba
Ao desatino de nunca ter sido chama.

Um comentário:

edumanes disse...

Fogo paixão
Que acende seus desejos
Dando paz ao coração
Nos seus lábios doces beijos.

Pelas vai correndo
O alimento da combustão
E o corpo aquecendo
Como o calor do vulcão?

São as chamas do calor
Que ardem na imensidão
Para aquecerem o amor
Transformado em emoção!

Já chega de tanta imaginação
Ainda na claridade do dia
Fogo lento na escuridão
Da noite, na brincadeira se esquecia?

Na salamandra mais lenha colocar
Da abrasante chama inflamado
Rosto rosado de tanto calor
Pelo amor iluminado!

Bom domingo,
abraços
Eduardo.