REVELAÇÃO

"Hoje,

Caminho de mãos dadas

Com a felicidade.

E uma enorme vontade de viver...

Sem partida, nem chegada.

Somente uma viagem..."

May Lu

"Todas as manhãs ela deixa os sonhos na cama,

Acorda e põe sua roupa de viver."

Clarice Lispector

"Porque metade de mim é partida

Mas a outra metade é saudade"

Oswaldo Montenegro

cultivando flores

"Alguns procuram a felicidade, outros a criam."

"Alguns procuram a felicidade, outros a criam."
O que é bonito tem vínculos dentro do tempo e da distancia. (May Lu)

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Fúria Cega


Ah! Maldigo esta minha fúria
Este ciúme cego
Sangra-me o coração!
Paraíso?...Por quê?
Vive-se um inferno
Não existe certeza
Neste meu acordar
Negros tormentos...
Onde esta tu confiança?
Porque me tira a esperança
e coloca em mim grilhões de ferro
Espreitando através 
Dos meus pensamentos
Injetando em mim seu veneno.


Indo Embora


Sempre fui assim tão transparente
Expondo todos meus fantasmas
Você tão oculto de mim, aparente
Meias verdades, faltando palavras

Chega de fingir que esta tudo bem
Que nunca precisei de você só meu
Você sempre longe de mim, além
No seu caminho, num mundo só teu

Então eu vou fechar a porta
Trancar meu coração, ir embora
Quando não mais aqui eu estiver
Vou fechar os olhos, esquecer

Lembre o quanto importei te amei
Do jeito que tinha de ser, entreguei
Que mais eu posso fazer agora?
Além de fechar a porta, ir embora.


Amor amante


Batimentos
Sentimentos
 O coração
Ardente... Quente!
O amor do amante
Dia... Noite
Treme... Geme!
Lastima o amante
Em sua dor de amor.


Sacrifício


Não receio mostrar-te
Tirar a máscara
Da sandice
Expor-me nua e crua
Sem transição... Sem melindre
Enquanto arde em mim
A inquisição da poesia 
que me escreve.